cartão rosa 66997_466199710113256_2077726297_n_zps90eafdf6

Published on abril 10th, 2013 | by Renata Cegan

0

Especial Copa das Confederações: Uruguai e Nigéria

¡Aquí estoy otra vez!

Vou confessar que pensei em fazer esse post sobre o Brasil, afinal ganhamos de 4×0 da super seleção da Bolívia e queria aproveitar este momento de pura emoção, porém resolvi deixar a melhor seleção do mundo para o final (Estou falando do Brasil gente, não da Espanha!). Mas vamos com nossos vizinhos que daqui a algumas semanas estarão atravessando a fronteira e os amigos africanos que logo menos estarão embarcando para nosso país.

Orientales La Patria o La Tumba!
Libertad o com gloria morir!
Es El voto que El alma pronuncia,
Y que heróicos sabremos cumplir!

A República Oriental do Uruguai localiza-se na região sudeste da América do Sul e possui aproximadamente 3,3 milhões de habitantes, sendo que, dentre eles, 88% a 94% possuem ascendência principalmente de europeus.
O Uruguai só faz divisa (terrestre) com o Rio Grande do Sul, e divisa com a Argentina por causa de dois dos principais rios; Rio da Prata e Rio Uruguai. É o segundo menor país da América do Sul, “ganhando” apenas do Suriname (who?).

Os primeiros europeus a chegarem ao país foram os portugueses e espanhóis. Portugal tinha base na Colonia del Sacramento, o mais antigo assentamento europeu no Uruguai que foi fundada pelos próprios portugueses em 1680. Já a Espanha ocupava o que um dia seria a capital, Montevidéu, que foi fundada no século XVIII como uma fortaleza militar.
Em 1777, com o Tratado de Santo Ildefonso, a colônia tornou-se possessão espanhola.
Entre 1810 e 1828, após guerras que envolveram Espanha, Portugal, Argentina e Brasil, os uruguaios conseguiram sua tão desejada independência.


Todos comemora

Desde então o país é considerado uma democracia constitucional (significa que o presidente é o chefe do Estado e chefe do Governo).

O Uruguai é um dos países mais desenvolvidos economicamente da América do Sul, com um dos maiores PIB per capita, 48° no índice de qualidade de vida e 1° em qualidade de vida/desenvolvimento humano quando é considerado a desigualdade.
O país é considerado o segundo menos corrupto da América Latina, atrás apenas do Chile (sobre o Brasil? Prefiro não comentar).
Também foi considerado o nono país “mais habitável e verde” do mundo e o primeiro das Américas (e quem tem a Floresta Amazônica somos nós, apenas um detalhe que devemos prestar atenção).

Curiosidades em destaque:
Em 2009 se tornou o primeiro país do mundo a oferecer um laptop e internet grátis sem fio para cada criança do ensino primário (prezando a educação).
E foi o primeiro país sul-americano a legalizar uniões civis do mesmo sexo e sexos opostos a nível nacional, assim como o primeiro a permitir a adoção gay.


Aplaudidíssimo por toda a equipe do Drible.

Esportes:

Futebol, basquete, rugby, atletismo, ciclismo e hóquei são alguns dos principais esportes em que o Uruguai se destaca, e os atletas são conhecidos como Celestes.
A Seleção Uruguaia de Rugby está entre as 20 melhores do mundo e é a segunda melhor da América Latina, sendo superada apenas pela Seleção Argentina.

E vamos para o melhor esporte do mundo: FUTEBOL!

Em 30 de março de 1900 foi fundada a Asociación Uruguaya Del Fútbol.
As duas maiores equipes do país são o Club Nacional de Football e o Club Atlético Peñarol, que juntos já ganharam 8 títulos da Copa Libertadores da América, tornando o Uruguai o terceiro maior vencedor do campeonato, com 3 e 5 títulos respectivamente. Além de já terem vencido o Campeonato Mundial Interclubes da FIFA três vezes cada uma.

A Seleção Celeste, ou Celeste Olímpica, é uma das maiores vencedoras do futebol mundial, tendo conquistado 21 títulos em competições internacionais oficiais.

A equipe conquistou sua primeira Copa América em 1916. Um ano depois conquistou o bi-campeonato, dessa vez em casa. Em 1919 perdeu a final para o Brasil por 1 a 0, e um ano depois conquistou o tri em cima dos argentinos. Como a Copa América era disputada de ano em ano, até 1929 o Uruguai já tinha sido hexa.

No nível internacional, o Uruguai começou a se destacar quando chegou ao ouro nos Jogos Olímpicos de 1924 e 1928, consideradas pela FIFA como mundiais.
Durante 76 anos o Uruguai foi o único país sul-americano a ocupar o máximo posto olímpico.

Em 1930 a Copa do Mundo foi realizada no Uruguai, que conquistou a taça em casa, ao ganhar da Argentina por 4 a 2 diante de 93 mil torcedores. Anos mais tarde, na Copa de 1950 (sim, ano da Copa no Brasil!), os Celestes conquistaram o bi-campeonato.

Com a conquista da Copa América, o Uruguai vem com tudo em junho para a Copa das Confederações, prontos para desafiar todo mundo e levar mais uma taça para sua sala de troféus!

 

Nigéeeeria

A República Federal da Nigéria é uma república constitucional federal que possui 36 estados e um território da Capital Federal. Localizada na África Ocidenta,l tem como capital a cidade de Abuja.

O terceiro país mais populoso do mundo e primeiro na África, a Nigéria possui mais de 148 milhões de habitantes e é o país que possui a maior população negra do mundo.
Além de potência regional, está na lista dos “Próximos Onze” (países identificados como grande potencial para figurar entre as maiores economias do mundo junto com os BRICs), faz parte da Commonwealth (organização intergovernamental onde todos os 54 membros, exceção o Moçambique, faziam parte do Império Britânico).
É um dos países com mais rápido crescimento da economia no mundo, porém a maior parte da população vive na pobreza absoluta.

A Compania Real do Níger foi criada pelo governo britânico em 1886 e, em 1900, criou os protetorados britânicos do Norte e Sul da Nigéria. Os protetorados foram fundidos em 1914 para formar a colônia da Nigéria. Após o rápido crescimento do nacionalismo nigeriano ao final da Segunda Guerra Mundial, o governo britânico começou um processo de transição da colônia para um governo com base federal.
A independência total da Nigéria veio em 1960.

Educação:
A Nigéria possui um bom ensino, atingindo 2,7 pontos na escala global (o Brasil possui 3,9), porém ainda está longe da média dos países desenvolvidos, que é de 6 pontos, como é o caso do Canadá, que tem cerca de 8,9 pontos na escala global.

Curiosidade:
Nigéria vem na junção das palavras “niger” termo inglês para negro e “area”, que se referiam ao Rio Níger nas proximidades do país.
A Nigéria tem a terceira maior indústria cinematográfica do mundo, atrás apenas de Hollywood e Bollywood. A maioria dos filmes é produzida sem muita frescura e com orçamentos reduzidos. São cerca de 1,2 mil filmes por ano, muito acima da média norte-americana ou indiana, envolvendo cada ano o que se estima em 200 milhões de dólares. O maior sucesso nigeriano é o filme Living in Bondage, de 1992.

Seleção Nigeriana!

Os colegas nigerianos já ganharam a medalha de ouro nas Olimpíadas de 1996 (quando venceram o Brasil na semi-final e a Argentina na final). E também foi medalha de prata nas Olimpíadas de 2008, quando foram derrotados pela seleção argentina na final (vingança dos hermanos!).

Nos Jogos Pan-Africanos, ganharam a medalha de ouro em 1973, duas de prata em 1978 e 2003 e duas de bronze em 1991 e 1995.

No futebol feminino, ganhou duas medalhas de ouro nos Jogos Pan-Africanos em 2003 e 2007, sendo a atual campeã.

As seleções de base da Nigéria ganharam o título do Campeonato Mundial de Futebol Sub-17 em 1985, 1993 e 2007.

Venceram também a Copa das Nações Afro-Asiáticas e a Copa CEDEAO.

A primeira Copa do Mundo foi a de 1994 e desde então apareceram mais duas vezes. Infelizmente não passaram das oitavas-de-final, mas já deu trabalho na fase de grupos e nas eliminatórias!
Após a campanha na Copa do Mundo FIFA de 2010, quando o time foi eliminado ainda na primeira fase, com duas derrotas e um empate, o presidente Goodluck Jonathan decidiu afastar a seleção nacional de qualquer competição internacional por um período de dois anos.
Para o governo, o problema do futebol local seria estrutural, necessitando-se de um tempo para “colocar a casa em ordem“.
Mas esta decisão colocaria em risco a participação da Nigéria na Copa das Nações Africanas de 2012, afinal, as eliminatórias se iniciariam em setembro de 2010.
E foi então, aos 49 do segundo tempo, quando todos já estavam duvidando da vitória, que em 5 de julho, prazo máximo dado pela FIFA para que o governo nigeriano revertesse essa decisão, foi anunciado que o presidente havia decidido anular a suspensão, após os dirigentes da Federação local garantirem “estar comprometidos com um programa de desenvolvimento duradouro para o futebol”.

Os nigerianos já faturaram a Copa das Nações Africanas três vezes: 1980 e 1994 e 2013; a última garantiu uma (ou várias) passagem para o Brasil!

Pois é, foi suado, foi corrido, segundos antes do juiz apitar o fim da partida, mas agora tanto uruguaios como nigerianos estão comprando suas passagens e ingressos para poderem assistir suas tão amadas seleções brilharem no nosso país.

E não esqueçam de dar uma estudada no “portunhol” e no inglês, para podermos recepcionar bem os visitantes, savvy?

 


About the Author

Sou curitibana e falo com estranhos. Viciada em futebol, Johnny Depp e chocolates. Me formei em Hogwarts e agora estou estagiando no Drible.


Deixe uma resposta

Back to Top ↑

-->